Professor de Stanford, está analisando exames médicos de acidentes com OVNIs

Professor de Stanford, está analisando exames médicos de acidentes com OVNIs

Acidentes com OVNIs: Dr. Garry Nolan é professor de Patologia na Universidade de Stanford. Sua pesquisa varia de câncer a imunologia de sistemas. O Dr. Nolan também passou os últimos dez anos trabalhando com vários materiais de análise individual do suposto Fenômeno Aéreo Não Identificado. 

Seu robusto currículo contém 300 artigos de pesquisa, 40 patentes nos EUA, fundação de oito empresas de biotecnologia e homenageado como um dos 25 maiores inventores de Stanford. Isso certamente faz dele, um dos cientistas mais talentosos que estudam UAPs publicamente. 

Dr. Garry Nolan acabou despertando a atenção de pessoas associadas à CIA e algumas empresas aeronáuticas. Na ocasião, esse pessoal estava investigando diversos casos de pilotos que se aproximaram de supostos UFOS e dos campos de energia gerados por eles.

Foi quando em um dia, acabaram procurando o Dr. Garry, pois precisavam de ajuda com análises de sangue. Enquanto isso, lhe foi mostrado várias ressonâncias magnéticas de pilotos e agentes de inteligência que haviam sido afetados pelos efeitos dos acidentes com OVNIs.

Você precisava ser um especialista para saber que havia um problema. Alguns de seus cérebros estavam horrivelmente danificados. E foi isso envolveu o Dr. Garry Nolan. 

Professor de Stanford, está analisando exames médicos de acidentes com OVNIs
Photo by Zakir Rushanly on Pexels.com

Dr. Garry comparou os exames aos de uma pessoa com esclerose múltipla, onde existe algo chamado doença da substância branca. O qual é basicamente uma ou várias bolhas brancas, espalhadas por toda a ressonância magnética. Basicamente tecido morto, onde o sistema imunológico atacou o cérebro.

Na primeira fase, foram cerca de 100 pacientes analisados. Quase todos eram funcionários da defesa, do governo ou pessoas que trabalhavam na indústria aeroespacial; 

Dos cerca de 100 pacientes que analisamos, cerca de um quarto deles morreu devido aos ferimentos. A maioria desses pacientes tinha sintomas idênticos ao que agora é chamado de síndrome de Havana

Uma vez que isso se tornou um problema de segurança nacional com a síndrome de Havana, fui bloqueado de todo o acesso aos arquivos porque agora é um sério incidente internacional em potencial se eles descobrirem quem está fazendo isso.

Explorer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *